THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

terça-feira, 14 de julho de 2009

_

Eu quero tudo nessa vida:

Quero ser uma professora fofa e doce de literatura, uma jornalista afiada e por dentro de tudo - de política às novidades de culinária -, uma tradutora que trabalha escondidinha do mundo e fica sempre meio por fora do que anda acontecendo, uma cineasta que faz filmes fantásticos de dia-a-dia e que já teria terminado de uma vez por todas de escrever o que começou ano passado.

Quero voltar a fotografar. E quero fazer fotos meigas, que mexam com sentidos e que deixem a gente até estarrecidos ( e que me façam ouvir mais o "essa(..)é a minha preferida, mas o que é que você fez nesse barquinho velho? e porque essas folhas estão parecendo, assim.. meio espelhadas?" de ontem ).

Queria escrever mais, e escrever bem; assim mesmo como quem conversa. Escrever como gosto de ler. Coisas que a gente vive, ou gostaria de viver, e com o mesmo clima intimista dos filmes que quero fazer. Sobre pessoas de verdade e dias comuns. E os que podem ser comumente fatásticos; não dramas ou os grandes problemas da humanidade.
Não. Sobre mim, sobre você e porque não sobre a gente também.
Queria também ser uma pessoa escantadora, (e) encantar à mim mesma.
É tudo o que eu queria.
(volta pro começo)

8 comentários:

Tati disse...

A gente sempre quer um monte de coisas. haha Mas tem que começar por alguma e as outras se desenrolam.. =)

Madson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Madson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Madson disse...

O seu sentimento é algo comum a boa parte de nós ,os seres humanos , esse sentimento de querer fazer algo importante para si e talvez até mesmo de contribuição para o mundo...

Mas o que as vezes acontece conosco é que nem sempre somos fadados a "grandes destinos" e sim a uma vida "normal", pacata, sem grande realizações, mas que isso não signifique que o ser humano seja mais ou menos feliz com isso...

Este sentimento ja havia sido descrito por Machado de Assis em um conto seu através do seu personagem Luís Tinoco...

Por isso recomendaria-te a leitura deste conto que chama-se "Aurora sem dia " .

;)

GABRIEL, gustavo disse...

Você está sempre a meio caminho de tudo, baby.

Porque você é demais.
E Deus te dará muito mais.

Vai ver.

Ana Karenina disse...

Você já é Oda, você já é...

Lula Lambert disse...

Queria tb um monte dessas coisas q vc falou... e até outras.
Mas qnt a produzir curtas: Vamo começar com essa ideia?
"tenho a camera na mao e as ideias na cabeça", mas num tenho a iniciativa.
bjo

Clarissa Marinho disse...

As vezes a gente quer tanta coisa né...que parece que uma vida só não vai dar conta de nos satisfazer!
Gostei do seu blog!
bjin =)